O Seu oculista no Montijo! Venha visitar.nos

Text / Html
[Insert your text here]
 
 

Oculista Fernandez no Montijo

Corria o ano de 1938. Portugal vivia sobre um regime ditatorial, encabeçado por António de Oliveira Salazar. Logo no ínicio desse ano, nascia o rei D. Juan Carlos, em Roma, cidade que recebeu uma família real espanhola exilada após a proclamação da República, em 1931.

Entre 1936 e 1939, a Guerra Civil tomou conta do país de "nuestros hermanos". De Portugal para Espanha, foram os "Viriatos", organizados pelo governo salazarista, para colaborar no combate ao lado das tropas nacionalistas de Franco. O fluxo no sentido contrário não era de combatentes, mas de refugiados.

Agapito Vazquez Fernandez foi um desses exilados. Em 1938 "foge" da sua Galiza natal, um dos grandes bastiões do Franquismo, e procura exílio em Portugal, no Barreiro, junto de conterrâneos, ligados ao mundo da óptica.

É neste contexto político-histórico que se inicia a ligação dos Fernandez a Portugal.
 
 

História

 
Agapito Vazquez Fernandez, o grande fundador de Oculista Fernandez, veio para Portugal em 1938, mais precisamente para o Barreiro. Entre 1938 e 1940 andou a vender óculos e lunetas, de porta em porta numa bicicleta a motor.

Em 1940, Manuel Vazquez Pequeño de apenas 9 anos, filho de Agapito, juntou-se ao seu pai, e foi no Barreiro onde fundaram a primeira loja de Oculista Fernandez. De segunda-feira a sábado trabalhavam na óptica, ao domingo andam de
bicicleta a motor de terra em terra: Moita, Montijo, Seixal, Palmela e Setúbal, trabalhando assim, todos os dias de manhã à noite.
 
 
 
Se a primeira loja de Oculista Fernandez surgiu no Barreiro, com Agapito Fernandez, foi através do seu filho, Manuel Vazquez Pequeño, mais conhecido por Fernandez, que este nome se tornou familiar de todos os montijenses. Depois de casar, no dia 11 de Setembro de 1953, Fernandez abriu a primeira loja de Oculista Fernandez em Montijo, na Praça da República. Apesar do seu apelido não ser Fernandez (em Espanha, é atribuido o apelido da mãe aos filhos), ele decidiu manter o mesmo nome. Continuou a trabalhar de segunda-feira a sábado e ao domingo fazia a volta de bicicleta. Tudo o que aprendeu foi através da experiência, nunca tirou nenhum curso.
 
 
Em 1992 a terceira geração da família Fernandez, Manolo e Tita, filhos de Fernandez, deram um novo impulso ao negócio. Decidiram assim, dinamizar a loja da Praça da República em Montijo, e abriram a segunda loja da família na Rua Manuel Neves Nunes de Almeida, também em Montijo.

Tal como o seu pai, Manolo adquiriu os seus conhecimentos através da experiência, tendo frequentado os cursos de Optometria e Óptica Ocular e Contactologia, e fazendo ao longo dos anos vários seminários e formações, de modo a garantir a todos os seus clientes um atendimento e conhecimento actual e qualificado.

No dia 11 de Outubro de 2006, Manuel Vazquez Pequeño faleceu aos 77 anos. Homem trabalhador, prestável e generoso, assim era Fernandez muito conhecido e acarinhado por todos os seus clientes, que ainda hoje se emocionam ao recordá-lo. A família perdeu o seu patriarca. O Montijo perdeu uma das suas figuras mais carismáticas.
 
 
 
Para Manolo dar seguimento ao negócio não constitui uma obrigação, muito antes pelo contrário, e está ainda assegurada pela quarta geração. A filha mais velha de Manolo, fez questão de seguir as pegados do pai, e também ela já se formou na área da Optometria.

O leque de clientes de Oculista Fernandez estende-se um pouco por todo o mundo, havendo clientes da Europa e Estados Unidos da América, pessoas que moravam no Montijo, foram embora, mas quando regressam a Portugal, voltam à Óptica. Contam ainda com clientes de várias partes de Portugal, e ainda novos habitantes do Montijo.
 
Passaram muitos anos, Portugal e Espanha sofreram inúmeras alterações. Franco venceu a Guerra Civil Espanhola. Após a sua morte, no dia 22 de Novembro de 1978, D. Juan Carlos assume o trono da coroa espanhola. Em 1986, Portugal e Espanha aderem à comunidade Económica Europeia (actual União Europeia).

Apesar de todas estas alterações, a família Fernandez continuou e vai continuar no Montijo, com experiência e competência ao serviço da óptica, a receber todos os seus amigos e clientes, como desde 1938.